Pieter Aertsen, Holanda, século XVII

O pintor holandês Pieter Aertsen (1508-1575) retratava mercados, vendas, banquetes, bêbados caindo e pessoas fartas de tanto comer. Em telas de tamanhos monumentais, suas cores vivas e imagens realistas são um exemplo das suntuosas naturezas mortas da idade de ouro belga e holandesa.


🎨 As obras deste período fazem o espectador mergulhas nas mesas e banquetes da época. Estas pinturas mostram realistas carcaças de animais, a pele orvalhada e perfeitamente texturizada de frutas, legumes e bagas, o brilho da carapaça de lagostas em contraposição a áspera pelagem de um coelho. Os alimentos nestas pinturas possuem um significado simbólico e além de estarem relacionados a textos bíblicos, trazem também uma noção de tempo, de seu aspecto passageiro e efêmero e da relação entre abundância e temperança.