Picasso e a espinha de peixe

“[Picasso] acabou de filetar um linguado à la Meunière com uma precisão quase cirúrgica e segurou a espinha para arrumá-la. Parecia que estava tocando uma gaita; e assim fiz esta fotografia, sem me importar o mínimo que ele estivesse com o olhar perdido [...]. Quando terminou, Picasso deixou a espinha no prato, foi até o corredor da entrada e voltou com um pedaço de argila macia. Havia comido o linguado, mas pensava em imortalizar sua espinha.”


📖 Trecho de "Viva Picasso", livro de 1980 do fotojornalista americano David Douglas Duncan.

📸 Picasso produzindo a obra "Corrida de Toros y Pez", fotografado por David Douglas Duncan em 16 de abril de 1957, Cannes.