Os temperos do Vaticano

As receitas na Roma Antiga levavam pelo menos dez tipos de temperos diferentes. A culinária do império romano lembrava uma espécie de comida indiana (potente de ervas e especiarias), preparada com os mais diversos ingredientes angariados ao redor do mundo - exóticos, raros e caros para agradar o extravagante paladar romano.


🏛️ Marcus Gavius Apicius, o famoso gastrônomo romano, autor de De re coquinaria, é um exemplo da refinada experimentação gastronômica no Império. Em suas receitas, Apicius usa ingredientes como corcova de camelo, crista de galo, roedores diversos, urso, cotovia, papagaio, pomba, pavão, flamingo (e muitos outros tipos de pássaros), ouriço, golfinho, cisne, medusa, gansos alimentados com figos e por aí vai...

📸 Na foto, mosaico do império romano, no Museu do Vaticano.