Japão: história do Okonomiyaki

Okonomiyaki significa "grelhado do que vc quiser", o que basicamente explica as mil interpretações da receita.

Vídeo: Mizuno Okonomiyaki (1⭐ Michelin) em Osaka


Durante o período Edo (1603-1868) já era preparado um tipo de panqueca para as cerimônias budistas, o Funoyaki, que mais tarde, no período Meiji (1868 - 1912), evoluiu para o Sukesoyaki, um tipo de crepe doce.


Mas foi apenas nos anos 1930, com a segunda guerra mundial, que nasceu o Okonomiyaki como conhecemos hoje. A escassez do arroz e de muitos outros ingredientes por conta da guerra, possibilitou versões da receita com produtos mais acessíveis para este período de vacas magras. As versões mais famosas de okonomiyaki são as de Osaka e de Hiroshima.


Em Hiroshima a panqueca é feita primeiro, e depois os demais ingredientes são colocados por cima. É lá também que nasceu o uso do repolho na receita. Já em Osaka, a massa é misturada antes com todos os ingredientes e só então grelhada.


Dizem também que a maionese, molho bem tradicional do okonomiyaki, foi adicionado apenas em 1946 por um restaurante em Osaka e, assim, ganhou o mundo.


📸 Nas fotos abaixo, alguns tipos de Okonomiyaki do Mizuno Okonomiyaki (1⭐Michelin) em Osaka, como Negiyakij (cebolinha, porco e kimchi); Yamaimo-yaki (de inhame com porco e vieiras), Mizuno-yaki (com porco, camarão, lula e polvo).