Japão: história do Kaiseki

A palavra Kaiseki surgiu no século XVI para indicar a prática dos monges zen budistas de colocar pedras quentes nos bolsos do kimono para esquentar o estômago e enganar a fome durante as rezas.

Foto: Kaiseki que comi no Asaba Ryokan, na península Izu, sul do Monte Fuji, Japão.


Com o tempo, a palavra passou a se referir às refeições servidas durante as tradicionais cerimônia do chá - pequenas porções sempre preparadas com ingredientes sazonais e com uma apresentação harmônica.


A culinária Kaiseki expressa à relação da natureza e da comida, valorizando os sabores, cores e texturas de cada ingrediente. Considerada a alta gastronomia japonesa, o kaiseki como conhecemos hoje, deriva de diferentes tradições: das rebuscadas cozinha da Corte Imperial do século IX, da cozinha dos guerreiros samurais no século XIV, das tradições simples e puristas da filosofia budista e dos costumes da cerimônia do chá.


📸 Nas fotos, o Kaiseki que comi no Asaba Ryokan, na ordem de serviço, na península Izu, sul do Monte Fuji, Japão.