Haenyeo e o documentário A Força do Mar

Updated: May 31

Haenyeos (mulheres do mar em coreano), são as famosas mergulhadoras da Ilha de Jeju, no sul da Coreia do Sul. Estas mulheres, hoje com 65 a 90 anos, seguem a antiga tradição de coletar frutos do mar sem cilindro de ar, atingindo profundidades de até 12 metros apenas com o ar dos pulmões. Esta tradição remonta ao ano 434, até então uma profissão exclusivamente masculina. As primeiras menções das mulheres mergulhadoras surgem no século XVII, tornando-se mais tarde exclusivamente feminina. Abalones, polvos, ouriços, ostras, caracóis, a pesca destes seres do mar foi por muitos anos a principal forma de sustento das famílias da região. Atualmente a profissão perdeu popularidade pela falta de interesse das jovens em seguir o severo trabalho das mães e avós. Hoje, as mulheres do mar são reconhecidas pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade e tem seu próprio museu, além de diversas homenagens ao redor da ilha de Jeju.

📽 O filme acima é parte do documentário lançado em 2018 “Haenyeo, a Força do Mar”, da documentarista Lygia Barbosa e do fotógrafo Luciano Candisani, exibidos pela Cultura e NatGeo.