A história do Limão

Se a vida te der limões, faça uma limonada: esta frase nunca fez tanto sentido com toda esta loucura e instabilidade do nosso cotidiano. Vi pessoas fazerem de limões, não apenas limonadas, mas bolos, tortas, pães - reinvenção e criatividade parece ser a chave para encontrar soluções, salvar negócios e não cair no tédio, ou no sofrimento das bombardeantes notícias atuais. Mas o limão tem história de longa data e "fazer a limonada" já era coisa rotineira na Idade Média. O limão surgiu na região do Himalaia, entre a Índia, China e Myanmar. Comerciantes persas gostaram tanto do fruto que o levaram por todo mundo Árabe, onde começou a ser cultivado e depois se espalhou para outros locais. No século IV a.C., já se tem referência das primeiras plantações de limão em Córsega, na Sicília, onde fizeram sucesso tremendo. Mas foi apenas no século XIII que surgiram por escrito receitas de concentrados e conservas do fruto. Na Idade Média, os monges faziam uma bebida alcoólica a base de limão, e no Egito bebia-se o Kashkab, feito com cevada fermentada, hortelã, pimenta preta e folhas de limão e se comercializavam garrafas de suco de limão com bastante açúcar, chamado de Gatarmizat. Em meados do século XVII surgiu a primeira receita escrita de limonada, no livro de La Varenne, Le Cuisinier François:"espremer um limão, juntar também a casca, açúcar e deixar em infusão, tudo misturado. Por cada litro de água usa-se 120g de açúcar". A bebida começou a fazer tanto sucesso que, em Paris, vendedores ambulantes andavam pelas ruas da cidade anunciando-a gelada, através de uma técnica que usava sal para manter a baixa temperatura. Mais de 200 vendedores perambulavam pela cidade vendendo a limonada - e o sucesso era tanto que em 1676 foi criada a "Companhia dos Limonadeiros", que regularizava a venda da bebida e garantia o monopólio dos ambulantes "oficiais" do suco do limão. Com o tempo as bebidas com o fruto ganharam diferentes versões ao redor do mundo: limonada suíça, pink, com ervas, caipirinha, lemoncello, tom collins e por aí vai… Afinal, se a vida hoje está doce como um limão 🤦‍♀️ aproveite e esprema bem esse suco, pra fazer, no mínimo, um bom coquetel de reinvenções.