Menjant garotes ou Comendo Ouriços, de Luis Buñuel com Salvador Dali


Imagens do curta Menjant garotes (Comendo Ouriços), do diretor Luis Buñuel, gravado em 1930 com Salvador Dali e sua família em Cadaqués na Catalunha. Ouriço-do-mar era a comida favorita do surrealista catalão: dizem que ele comeu uma vez 36 ouriços de almoço, além de tê-los pintado inúmeras vezes em suas obras.


🐚 No livro “50 Segredos Mágicos”, escrito por Dali em 1948, o segredo número quatro fala do tão adorado fruto-do-mar:

.

“Segredo Número Quatro - o segredo do sono dos ouriços-do-mar:

.

Para começar, você comerá três dúzias de ouriços do mar, reunidos em um dos últimos dois dias que precedem a lua cheia, escolhendo apenas aqueles cuja estrela é vermelha coral e descartando os amarelos. A colaboração da lua nesses casos é necessária, pois, caso contrário, você não apenas corre o risco de os ouriços-do-mar ficarem mais vazios, mas, acima de tudo, que eles não possuem no mesmo grau as virtudes sedativas e narcóticas tão especiais e propícias ao seu sono próximo. Pela mesma razão, esses ouriços-do-mar devem ser comidos preferencialmente na primavera - maio é um bom mês. Mas, ao escolher a hora, você deve fazer a coleta dos ouriços-do-mar coincidir com o momento exato em que os primeiros novos grãos tenros são colhidos, e isso varia de acordo com os anos. Esses feijões macios, preparados da maneira chamada à Catalã, serão o segundo prato da sua refeição, e garanto que este é um prato digno dos deuses antigos e bastante homérico, pois estou convencido de que os gregos da antiguidade estavam familiarizados com ele e, portanto, também conheciam o chocolate - pois, por mais estranho que isso possa parecer, os feijões macios à la Catalã são de fato preparados com o chocolate como base. Depois de lavá-lo “com um vinho leve e muito jovem”, você deve tirar uma soneca de quatro horas e meia para encarar sua tela em branco “por muito, muito tempo”