Dieta Cromática: Sophie Calle

A artista plástica Sophie Calle foi a inspiração para a personagem Maria, do livro Leviathan (1992) de Paul Auster. Auster mistura ficção com fatos reais da vida de Calle, o que levou a artista, alguns anos depois, a responder a obra vivendo situações inventadas pelo autor, brincando com o conceito de realidade x ficção.


Na obra “Dieta Cromática”, de 1998, Calle recria as refeições feitas pela personagem: pratos monocromáticos, um a cada dia da semana. As obras de Calle partem de suas experiências pessoais, desafiando limites e barreiras diárias. Acho lindo como ela consegue fazer poesia a partir de momentos cotidianos e muitas vezes banais.