A Fantástica Fábrica de... Chicletes

Não. Não é verdade que se você engolir chiclete ele vai ficar por 7 anos na sua barriga. Também ainda não inventaram o chiclete que muda de sabor passando por três etapas de uma refeição "sopa de tomate, rosbife e torta de mirtilo" como prometeu Willy Wonka. Mas a dupla britânica Bompas & Parr - de quem eu já falei algumas vezes porque piro neles - criou, em 2010, a primeira micro fábrica de chiclete, com mais de 200 sabores que podem ser combinados entre si, criando 40.000 combinações, que incluem trufa branca, gin tônica, curry, foie gras, cordeiro, lagosta, ovas de ouriço 😳… Talvez a Fantástica Fábrica de Chocolate não esteja tão distante assim, afinal de contas.


Embora o homem masque goma desde a antiguidade (já contei isso em outro post: existem evidências de um pedaço de goma de mascar com marcas de dentes de 9000 a.C.), o chiclete como conhecemos hoje foi criado apenas no século XIX. Mas goma de mascar que faz bola (como se tornou a visitante de Willy Wonka), só foi criada de fato por conta de uma estratégia de venda de Frank Fleer, dono da empresa Fleer, que fabricava chicletes desde 1885, como apelo comercial para vender mais chicletes que seus concorrentes. Em 1906, Walter Diemer, funcionário da Fleer, finalmente conseguiu formular a ideia de seu chefe, desenvolvendo um chiclete que fizesse bola: o Dubble Bubble. Em 1928, a Fleer foi comprada pela empresa do nova-iorquino Thomas Adams Jr, dono da Adams, que transformou a invenção no chiclete mais famoso do mundo até hoje.


🍫 Cena de A Fantástica Fábrica de Chocolate

🍬 Cena do filme Grease "Beauty School Drop-Out"